Space Manbow (MSX2, 1989)

hg101trans

Konamis-Game-Master-2-1987-Konami-J_0044-e1505153736680

Por  11 de 

Space Manbow (スペースマンボウ) – MSX2, Celulares, Wii Virtual Console, Wii U Virtual Console (1989)

spacemanbow-245x360

Capa japonesa

Space Manbow é o jogo de nave 8-bit que existe. Apesar de ter começado como uma conversão do jogo de arcade Thunder Cross, ele eventualmente acabou se tornando um título único, e é um dos jogos mais aclamados e cobiçados do MSX2.

spacemanbow-3

The game takes place in the region of space called Alfred-4, as the denizens discover the remains of an ancient civilization. Unfortunately, they end up activating its defense system, a gigantic battleship called the Sun-Fish. Taking control of a ship named the Mambo-J, a young pilot named Clever Mew takes off to destroy it.

spacemanbow-2

O “Manbow” do título era para ser “Mambo”, em referência ao peixe mambo (o título durante o desenvolvimento era “Egzart”). Sua nave tem o formato deste peixe específico, e alguns dos inimigos têm um tema mecânico aquático. Você enfrenta alguns polvos e lagostas robóticas, mas não é nada tão exagerado como em Darius. Além disso, existem traços do design do Gradius nos gráficos, com algumas sprites incrivelmente detalhadas, desenhadas na distinta paleta de cores do MSX.

spacemanbow-1

Space Manbow é o único jogo de nave da Konami feito para o MSX2. É bem mais suave que os outros jogos do MSX, com um scrolling muito mais liso, backgrounds com múltiplos planos, e montes de sprites coloridas e bem detalhadas. Há ujm pouco de slowdown, mas muito pouco flickering, se considerarmos o número de sprites na tela. É também um dos poucos jogos que se utiliza do padrão MSX2+, que suporta scrolling implementado por hardware, mas a diferença é pequena.

spacemanbow-4

Existem apenas duas armas principais – o disparo padrão e uma onda que se espalha – mas você também conta com Options fixos que disparam tiros normais. Você também começa o jogo com uma barra de energia vazia, que vai aumentando ao se coletar esferas laranjas. Assim que ela alcança um certo nível, suas armas se tornam mais poderosas. Entretanto, a barra vai sendo consumida com o tempo, logo você precisa continuar coletando-as, se não quiser voltar para suas armas mais fracas. Um ponto positivo aqui é que a barra não reseta quando você morre, mas não há uma grande diferença entre as armas fracas e fortes. É um pouco desapontador que suas armas não ficam mais fortes ainda quando você enche a barra completamente.

spacemanbow-5

Você pode pegar Options, no máximo dois, que ficam parados na mesma formação, flutuando acima e abaixo da sua nave. Eles podem ser apontados para atirar para frente, para trás, ou nas duas direções verticais, mas eles só disparam tiros normais. Inimigos também deixam mísseis e speed-ups. De vez em quando eles deixam uma esfera azul, que são bombas. Você pode guardá-las para usar quando quiser, mas já que elas são ativadas pelo botão de tiro, você não pode atirar até lançá-la, o que limita o seu uso de forma efetiva.

spacemanbow-6

Space Manbow é certamente impressionante no ponto de vista técnico, com uma sensibilidade no design que mais se assemelha à dos jogos arcade. A maior parte da primeira fase é gasta destruindo torres de uma fortaleza móvel gigante. Você avança aos poucos, até atacar a torre de controle, acertar o seu ponto fraco e explodi-la… e este não é nem o chefe da fase.

spacemanbow-7

Algumas fases lembram fases do Gradius levels, mas em sua maior parte, elas consistem numa coleção de bases futuristas. A mais memorável é um pouco mais sombria do que costumamos ver nos jogos da Konami, com um fundo vermelho escuro, inimigos insetos e caveiras demoníacas que sugerem que você entrou na versão espacial do inferno. O chefe de fase é uma cabeça verde e gigante adormecida – ao estilo do H.R. Giger. Suas defesas são bem fracas, sugerindo que este é o último chefe, segundo o padrão do Gradius. Ainda sim, quando você causa dano o suficiente, ela abre os olhos, e a tela pisca… e de repente, você está voando por um campo de asteróides, completado por uma música idílica.  A cabeça deve ser uma espécie de mecanismo de teleporte, mas tudo isso parece uma viagem de ácido.

spacemanbow-9

Nesta fase dos asteróides, você é atacado constantemente por lasers enormes de um inimigo bem distante, fora da tela. Você pode desviar deles se escondendo atrás dos asteróides, que bloqueiam parte do disparo. O tema desta fase foi reutilizado em Thunder Cross II, que é a única conexão tangível entre estes jogos.

spacemanbow-8

Como em vários outros jogos da Konami para MSX, a música se utiliza do chip de som SCC da Konami, logo o som dos instrumentos é bem variado. Em termos de composição, é também genial, com algumas músicas de fase fantásticas e alguns dos temas de chefes mais assustadores já compostos pela Konami. Um dos compositores é Kenichiro Fukui, que mais tarde faria as músicas do Einhander, outro jogo de nave com uma trilha sonora fantástica.

Konamis-Game-Master-2-1987-Konami-J_0050

Comparado à outros jogos de nave da Konami, Space Manbow não é muito difícil, mas o sistema de checkpoints é mais difícil que o normal. Eles são bem esparsos, com geralmente apenas um no meio de cada fase, e algumas fases parecem bem longas devido ao scrolling relativamente lento, então demora um pouco para retomar o terreno perdido.

spacemanbow-ds

NDS

O Ganbare Goemon para o DS tem um minigame destravável do Space Manbow, que contém a primeira fase inteira. para destravá-lo, você precisa inserir ambos o jogo para DS e cartucho do Kessakusen! Ganbare Goemon 1 & 2 do Game Boy Advance. Os gráficos são idènticos, mas a música é um pouco melhor. É um extra bacana, mas um remake completo teria sido legal. Existe uma versão do Space Manbow para os celulares japoneses, e está também disponível no Virtual Console do Wii japonês.

Mais Fotos

Vídeos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s