Especial Puyo Puyo – Parte 10: Spinoffs no Game Gear e GBC

hg101trans

Por Kurt Kalata – 2004/2005

Arle no Bouken: Mahou no Jewel (アルルの冒険 まほうのジュエル) – Game Boy Color (2000)

anb

Arle no Bouken (GBC)

O mais recente dos RPGs de Puyo Puyo RPGs foi lançado para o Game Boy Color em 2000. É um RPG padrão visto de cima, mas é obviamente contaminado pela febre do Pokémon. Quando você derrota um inimigo, você ganha a sua carta, o que significa que você pode chamá-lo para guerrear. Esse aspecto de se colecionar monstros pode parecer chato, mas na verdade funciona melhor do que se imaginaria à princípio. Isto é por que você pode ter dois monstros em uma batalha ao mesmo tempo, e também controlar a Arle. O verdadeiro problema aqui é que até as batalhas mais simples se arrastam demais.

Fotos

Vídeos

Nazo Puyo / Nazo Puyo 2 / Nazo Puyo: Arle no Roux – Game Gear, 3DS eShop (1993)

O modo Nazo (quebra-cabeça) Puyo do jogo original pelo jeito foi tão popular que a Compile os lançou em seus próprios cartuchos para o Game Gear. Você recebe um campo de jogo já preparado, e um objetivo – por exemplo, eliminar todos os puyos vermelhos. É uma diversão diferente do stress usual de se fazer combos, mas não há motivo para lançar eles como jogos separados. E todos ficam bastante difíceis, e bem rápido. O terceiro Nazo Puyo – Arle’s Roux (Roux é uma mistura para comida – a capa mostra um prato de curry) tem uma jogada mais RPG, similar aos Nazo Puyo  Super Famicom, que você vai ver na parte 9 deste especial.

Fotos

Vídeos

Puyo Puyo Gaiden: Puyo Wars – Game Boy Color (1999)

ppg

Puyo Puyo Gaiden: Puyo Wars (GBC)

Pelo jeito a Compile sentiu necessidade de criar um jogo de estratégia ridículo para colocar os puyos dentro. Nenhum dos personagens clássicos aparece aqui – na verdade, tudo se passa num futuro distante, onde criancinhas se enfrentam usando o poder do “The Puyo” (qie na verdade só é jogado para lá e para cá).

Desenvolvido para o Game Boy Color, é o seu jogo em grid, e lembra bastante o jogo para GBA Zone of the Enders. Exceto pelo seu maior problema, que é que você pode agir duas vezes no mesmo turno. Isso significa que você pode atacar duas vezes também. O problema é que infelizmente o inimigo também pode fazer a mesma coisa, fazendo as lutas mais simples durarem uma eternidade. Os gráficos horríveis não ajudam muito, também.

Fotos

Vídeos

Em breve: mais spinoffs de Puyo Puyo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s