Especial Valis – Parte 8: Remake do Valis I no PC Engine

HG101_logo_SMALLER

logo-valisj

Por Sam Derboo – 20 de abril de 2014

Mugen Senshi Valis (夢幻戦士ヴァリス): The Legend of a Fantasm Soldier – PC Engine CD, PlayStation 3, PSP, PSVita (1992)

 

A versão para PC Engine de Mugen Senshi Valis é um remake diferente. Apesar de claramente ser uma variação do jogo para Mega Drive, os dois jogos foram desenvolvidos independentemente por dois times diferentes, seguindo o mesmo documento de design (o que é correto, de certo modo – ambos os jogos são creditados como criados pela Riot, um time interno da Telenet, mas além de usar o conceito de Tomoko Miura, eles não tem desenvolvedores em comum.

valis1-pce-30

O jogo segue a mesma história, tem os mesmos temas de fases, muitos dos mesmos chefes e mecânicas usadas na versão para Mega Drive, mas a execução dos dois é bastante diferente. Muitos dos layouts das fases são completamente novos (Eles adicionaram o slide desta vez). A primeira faze ainda parece uma versão mais simplificada da original, mas logo em seguida dela o jogo apresenta uma sub-fase completamente nova, com seu próprio sub-chefe. Mais tarde no jogo, Yuko enfrenta um dragão. No Mega Drive, ela está nas suas costas, enquanto as cabeças ataca pela direita, vindo de fora da tela. No PC Engine, o dragão todo é visto ao fundo, com as cabeças vindo por cima de Yuko e cuspindo fogo sobre ela. Em geral, o design é muito mais interessante, e mesmo as fases parecerem mais simplificadas à princípio, existem várias áreas escondidas.

 

valis1-comp2-pce

Mas a maior vantagem desta versão sobre o seu predecessor imediato são os seus controles e mecânicas bastante aprimorados. O estranho pulo de dois tempos se foi, e ao invés disso, Yuko pula extremamente alto por padrão, e o deslizado agora também funciona como ataque, como nos outros jogos para o PC Engine/TurboGrafx-16. Yukoainda não é nenhum Ryu Hayabusa, mas pelo menos o jogo agora tem um ritmo decente, as colisões são muito mais corretas e os controles mais precisos.

valis1-pce-37

Comparado aos outros jogos da série Valis, este remake não aproveita muito a vantagem da mídia em CD-ROM. Claro, ele possui a trilha sonora em áudio redbook (com remixes baseados na versão para X68000 da Telenet Music Box) e todas as cutscenes são dubladas, mas fora a abertura estendida onde Yuko é vista se arrumando para ir à escola, as cutscenes são um tanto curtas e não oferecem muito além do que é visto na versão para Mega Drive, com exceção de uma cena ou outra aqui e ali. Os gráficos são artisticamente superiores e mais coerentes, mas eles também são mais apelativos – a câmera na introdução segue Yuko bem de perto enquanto ela se vestem e cada pulo nos lembra de que cor é a sua calcinha.

valis1-pce-43

Mugen Senshi Valis no PC Engine parece um pouco vazio se comparado aos Valis III e IV com seus vários personagens e extensa história contada em cutscenes. Mas suas mecânicas e design de fases faz dele sem dúvida o jogo mais bem executado de toda a série. Ele ainda é muito derivativo e simples para ser contado entre os grandes do gênero, como Castlevania Ninja Gaiden, mas com certeza o coloca bem alto no segundo escalão do gênero.

Mais Fotos

Abertura

Vídeos

Playlist com a trilha sonora:

Semana que vem: Valis IV!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s