Zanac – Parte 2 de 2: Zanac X Zanac

Confira a Parte 1 AQUI!

HG101_logo_SMALLER

zanacxlogo

Posted by  

zanacx_

Zanac x Zanac – PlayStation (2001)

zanacxzanac

Capa

A Compile quase parou de desenvolver shooters depois do Sylphia de 1993, já que parte de seus funcionários saiu para formar a Raizing, e a popularidade do gênero se esvaía tanto devido à onda dos jogos de luta 2D quanto o advento dos consoles 3D. Tanto que pelo resto dos anos 90, a empresa focou em sua série Puyo Puyo, o que os manteve vivos por um tempo, mas  com lucros menores. Sua última cartada, tanto na área dos shooters quanto empresa como um todo, foi Zanac x Zanac, lançado para PlayStation no Japão em 2001.

zanacxzanac-1

Zanac x Zanac tecnicamente consiste de dois jogos: uma versão do Zanac original, e um jogo totalmente novo, chamado Zanac Neo. O novo jogo não só comemorava que o 15o. aniversário do Zanac original, mas também a volta ás raízes da série. A história é esparsa, e existem três pilotos – Hokuto Yuuki, Noa Clonebit e Myctness Ikstess – mas eles mal aparecem no jogo, aparecendo só como sobras nas telas de loading e nos créditos finais.

gfs_21856_1_2_mid

Apesar da maioria dos jogos da série Aleste e seus spinoffs tinham aspectos em comum, houve bastante experimentação tanto nos visuais quanto em design de jogo – por exemplo, Super Aleste tem algumas  similaridades óbvias com Zanac, mas sua jogabilidade é bastante diferente. Este lançamento traz de volta o jogo original de 1986 – o design visual é similar, e traz uma volta do sistema de geração baseado em IA, e as armas e sistema de powerups são os mesmos.

zanacxzanac-5

Todos estes aspectos foram aprimorados para tornar o jogo mais moderno. Há uma variedade maior de níveis de dificuldade, e a IA não é tão brutal quanto costumava ser, oferecendo uma curva de aprendizado mais palatável. As fases ainda são um tanto compridas, mas há uma variedade visual maior, logo é menos repetitivo. Existem quatro naves (três que podem ser escolhidas normalmente e uma extra, secreta) cada uma com seu arsenal exclusivo de armas secundárias. Apesar da maioria das armas serem similares (a maioria das naves tem uma variação da arma “esferas girando ao redor da nave”, que existe deste Aleste) todas elas tecnicamente se comportam de formas um pouquinho diferentes somando um total de 32 armas, o maior arsenal em qualquer jogo de nave da Compile. Agora o seu uso é ilimitado, e mesmo com elas resetando ao nível mais baixo quando você morre, existem cheats para trazê-las de volta à potência máxima. Os conhecidos aliados Randar e a fada Rio estão de volta também.

zanacxzanac-2

Existe também um sistema um pouco mais complexo de pontuação, com uma barra de combo que aumenta à medida que você destrói coisas, e reseta se você deixa um inimigo escapar da tela. Uma outra novidade é a nova arma especial “burst”, que aumenta de poder à medida que você mata inimigos ou pega powerups. Ela dispara um raio explosivo que gera multiplicadores de pontuação, dependendo de quantos inimigos você matar com ela.

zanacxzanac-13

Como um jogada nostalgia aos primórdios do gênero, Zanac Neo é fantástico, mas se comparado à outros shooters 2D, ele parece meio datado. Parte do design visual é bom, com a fortaleza espacial vermelha escura na fase de prólogo, ou o chefe poligonal ocasional, mas fora isso parece antiquado e nostálgico demais, especialmente pelas sprites muito pequenas. Esse visual é ok, mas os jogos 16-bit mais recentes, como Spriggan, são muito mais interessantes. Teria sido legal se eles tivessem desenvolvido um tributo à sua extensa biblioteca de shooters, ao invés de apenas um do Zanac. A música também é mediana – com exceção de alguns remixes do tema do Zanac, a  maioria das músicas consiste de faixas de trance e música eletrônica. De forma geral geral é meio chato, especialmente compara com o excelente legado de jogos da Compile.

zanacxzanac-3

Além de Zanac Neo, existem três variações do Zanac original, que foram oficialmente convertidas no console 8-bit da Nintendo. As versões “Disk” e “ROM” são as do Famicom Disk System e do cartucho americano, que tem pequenas diferenças de balanceamento. Existe também uma versão “Special”, que tem uma dificuldade bem mais lata, mas também te dá mais poder de fogo. É muito legal ter estes no pacote, mas teria sido melhor se eles tivessem portado as versões para MSX e MSX2, incrivelmente raras.

zanacxzanac-10

Apesar de ser uma prova de amor ao jogo que os levou ao sucesso, Zanac x Zanac definitivamente não era adequado para o mercado de 2001, e não vendeu bem. Apesar do CD para PS1 ser hoje em dia um caro item de colecionador, ele foi lançado na PlayStation Network, e chegou até ser lançado nos EUA, tornando-o mais barato e facilmente acessível ao fãs da Compile fora do Japão.

zanacxzanac-4

Já que a Compile fechou as portas no ano seguinte, em 2002, seus funcionários seguiram caminhos diferentes – o presidente Masamitsu Niitani formou a Compile Heart, especializada em RPGs no estilo anime; Takayuki “Jemini” Hirono se juntou à Kazuyuki Nakashima na Raizing; e o resto dos membros, em sua maioria programadores, artistas e músicos, formaram a Milestone, que criou vários outros shooters, incluindo Chaos FieldRadirgy, e Karasu. Em 2016, Masamitsu Niitani fundou a Compile-O (lê-se “Compile Maru”), após se aposentar da Compile Hear em 2012.

Mais Fotos

Videos

Playlist com a trilha sonora:

Um comentário sobre “Zanac – Parte 2 de 2: Zanac X Zanac

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s