Fight! Cosmic Soldier 2: Psychic War (1987)

Por 

pw_

Cosmic Soldier: Psychic War / Cosmic Soldier 2: Psychic War (サイキックウォー) – MSX, MSX2, FM-77, PC-8801, DOS (1987)

psychicwar

Capa

O segundo jogo da série Cosmic Soldier ultrapassa totalmente o jogo original. os gráficos melhoraram, com personagens e inimigos muito mais detalhados. O jogo agora tem música, apesar dela ser bastante repetitiva e irritante. Vale notar que a versão para PC-8801 vinha com uma fita cassete com versões rearranjadas das músicas do jogo, que são muito boas. A interface está melhor, já que o os designers deram mais espaço para a visão em primeira pessoa e para as telas de luta – e Kayla, sua parceira andróide, agora ocupa muito menos espaço. Este jogo sofre mais ainda com problema “todos os corredores são iguais” que o seu antecessor, os corredores são repetitivos, mas os gráficos mudam de dungeon para dungeon. Em Psychic War, cada dungeon tem os mesmos gráficos nos corredores, mas eles são de uma qualidade superior que a do original. Eles ainda são feios e confusos para o jogador, mas ainda assim são bem melhores que do original. Os gráficos dos personagens e inimigos são muito bem executados, com gráficos estilo anime nas versões para FM-77, PC-8801, MSX2 e MS-DOS. A versão para o primeiro MSX tenta o mesmo, mas falha miseravelmente, resultando em “alguma coisa” estilo anime.

psychicwar-12

DOS

A história se passa 127 anos depois do jogo original, no ano 3657. O Império Quila Empire ainda continua aprontando, e desenvolveu um mecanismo que produz ondas psíquicas (eu não vou procurar uma tradução do babelfish da história do jogo, então estou chutando). A Aliança quer evitar uma guerra total contra o Império, e descobriu o o planeta onde o QG do Império está localizado. Seu QG é um das estações espaciais orbitando o planeta, mas não se tem certeza qual delas é a correta. A Aliança envia um agente e uma andróide para estação espacial neutra de Samar, que funciona como um hub para se chegar às outras estações do planeta, de onde eles podem se infiltrar e destruir a base principal do Império Quila. O enredo é um pouco melhor desta vez e a história não é tão ruim, mas o jogo não a evolui muito.

Personagens

0_1.jpg

Protagonista

Um personagem principal bem sem graça, que você pode escolher o nome (a versão para MS-DOS permite que você escolha o nome de todos os personagens que você adquirir). Ele está sempre fixo no fundo da equipe, e é o único que pode usar os teleportes. Suas habilidades não evoluem tanto quanto as dos seus colegas, logo ele começa a ficar para trás mais perto do fim do jogo.

1

Minton/Shulosu

São os seus primeiros companheiros em Samar, e eles pode bloquear raios psíquicos dos inimigos, o que os torna bem úteis. Minton tem mais HP, enquanto Shulosu tem mais ESP. Eu prefiro Minton porque ela é uma garota um tanto atraente, enquanto Shulosu é um careca feioso.

1_2

Jiftok/Pospopoi

São os companheiros mais comuns em Samar. Jiftok é o cara com a barba do Abraham Lincoln, enquanto Pospopoi é o alienígena esverdeado. Ambos não adicionam nada à sua equipe já que eles não tem habilidades especiais, mas acabei usando Jiftok durante a maior parte do jogo.

2_p

Paimus

Encontrada em Sivad, a primeira dungeon. Ela tem uma habilidade de sucção, e é um personagem legalzinho, mas o problema é que ele a tem HP inicial mais baixo entre todos os personagens, então ela morre constantemente.

3_u

Utcham

Ela pode ser encontrada em Zellwall, a segunda dungeon. Ela tem a habilidade de duplicar inimigos, o que ela pode usar durante as conversas para se transformar num robô inimigo. A habilidade de duplicação é inútil, acho que isso é um bug na versão para DOS, pois ela costuma transformar toda a sua equipe em robôs inimigos. Isso também interrompe a regeneração natural de HP e ESP, o que te força a usar itens de regeneração.

4

Gorrfrys

Encontrado em Rusteck, ele tem um ataque chamado hyper beam, que faz mais dano que os ataques psíquicos normais, mas ele é fraco demais para a dungeon onde você o encontra – mas ele sobe de nível rapidamente.

5

Dekto

Ele tem uma habilidade de “salto mental”, que supostamente é muito importante. Eu nunca o encontrei e não faço idéia se isso é verdade.

6

Houzz

um homem-coelho gigante. Você pode libertá-lo da prisão em Sivad. Ele tem a habilidade de curar sua equipe, o que significa que você nunca mais vai precisar usar itens de cura. Ele não é muito forte, mas sobe de nível um tanto rápido.

8

Pionn

Um personagem bem forte que você pode recrutar em Celtac. Ele tem várias habilidades, incluindo including o hyper beam, o que o torna um bom substituto para o Gorrfrys.

9 (1)

Zupreen

Começa mais forte que Pionn.

O sistema de conversação está de volta, e foi melhorado. Agora existem dois tipos de pessoas com quem você pode conversar: outros psiônicos ou robôs inimigos. A conversa ainda acontece quando um inimigo decide se render o que te dá a opção de poupá-los ou matá-los de uma vez. Psiônicos precisam ser recrutados, já que muitos deles tem habilidades especiais que são necessárias para se terminar o jogo, ou você pode falar com eles para conseguir algumas dicas. Os robôs inimigos te dão informação do dungeon onde você está, como o número de andares, mas você não consegue fazer com que ele se junte à sua equipe. De forma geral, o sistema de conversação não é complexo, mas é legal de ver que o Megami Tensei não foi o único RPG que teve esta idéia.

psychicwar-11

DOS

Kayla, sua parceira andróide neste jogo, tem menos habilidades que a andróide do jogo original, pois seus companheiros psiônicos já provêm algumas das habilidades que a andróide do Cosmic Soldier tinha. Suas tarefas são mais importantes agora, e elas agora são 3: uma é o poder decodificar transmissões de computador para obter senhas, outra é te ajudar a encontrar onde você está no mapa, e outra que é selecionar o mapa correto para cada base. Sobre os mapas, você encontra mapas espalhados pelas dungeons, mas o sistema de mapas do jogo é difícil de se ver. Devido aos gráficos repetitivos do jogo, é impossível de saber onde você está, o que te obriga a mapear os dungeons você mesmo, ou pegar eles prontos em sites japoneses sobre o jogo. Mapear o jogo em papel quadriculado não é tão ruim, mas só é um pouco estranho um jogo precisar disso hoje em dia.

psychic_war_cosmicsoldier2_0002

MSX2

Em geral, o segundo Cosmic Soldier é um bom jogo, apesar de ser difícil, e não é para todo mundo. Parte da graça deste jogo está em descobrir todos os segredos por conta própria e a sensação de conquista ao conseguir vencer o jogo. Para aqueles que querem ver a transição dos RPGs japoneses do estilo ocidental para o seu próprio estilo, ou aqueles dispostos à encarar a jogabilidade e gráficos ultrapassados, Psychic War é altamente recomendado. Este jogo implora por um remake melhorado, mas não parece que a Kogado esteja prestando alguma atenção nesta franchise. O jogo atualmente é classificado como “abandonware” e é fácil de se encontrar com uma pesquisa rápida no Google.

psychic_war_cosmicsoldier2_0003

MSX2

O jogo foi lançado no ocidente pela Brøderbund para IBM-PC. O jogo sofreu algumas poucas alterações. Alguns dos nomes dos personagens e itens foram alterados, o jogo teve o número 2 removido de Cosmic Soldier 2 para esconder o fato que o este jogo é continuação, e Kayla não está mais vestida como uma profissional do sexo. A tradução e conversão foi feita por Ray Nakazato, que em certo momento foi presidente do estúdio FeelPlus no Japão e trabalhou no jogo Lost Odyssey.

op3_2

O jogo tem um bom senso de humor e várias referência à cultura pop. Os três cartuchos da sua turbogun tem o nome de filmes de monstros japoneses: Gamera, Rodon e Mothra. Muito do texto do jogo é apresentado num estilo similar ao do Bill and Ted’s Excellent Adventure. Por exemplo, quando algum evento, como arrombar um cofre, falha, p jogo diz “Bogus!” ou “Heinous!”, ou ao se obter itens de cura o jogo diz “Bodacious!”. No geral o jogo não se leva muito à sério, o que funciona muito bem.

psychicwar-9

DOS

A música do jogo foi composta por Kyoko Sakai, que não é um compositor muito conhecido no ocidente pois ele não trabalhou em jogos que foram lançados para cá. A música do jogo é bem composta, mas soa mal devido ao hardware. A versão arranjada que vem junto com a versão para PC-8801 soa muito bem e faz justiça às composições.

Links

Tokugawa Corp – Screenshots de jogos para PC-88.
Psychic War Informações sobre Psychic War.

Comparativo de Fotos

Vídeos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s