Especial TwinBee, Parte 8: TwinBee Rainbow Bell Adventure

HG101_logo_SMALLER

Por  

rainbow_

TwinBee Rainbow Bell Adventures (ツインビー レインボーベルアドベンチャー) – SNES (1993)

Rainbow Bell Adventures takes é uma mudança inesperada na série, mudando do gênero shoot-em-up para um jogo de plataforma de scroll lateral. TwinBee era um ótimo candidato para tal experimento, devido ao visual antropomórfico de TwinBee e WinBee (eles já tem até pernas!), e ao seu extraordinário character design. Alguém na Konami deve ter achado que os famosos personagens do Shuzilow’s estavam sendo desperdiçados fazendo apenas jogos de tiro, então Rainbow Bell Adventures é apenas o primeiro de várias incursões em outros gêneros… e a melhor delas até agora. Não tinha como um jogo de plataforma dar errado naquela época. Como aconteceu com os clones de Street Fighter, não importava quantos destes fossem lançados à cada mês, o público sempre os comprava. Obviamente, Mario e Sonic eram os reis supremos no meio de um enxurrada de jogos medíocres. Mas felizmente Rainbow Bell Adventures é um jogo bem acima da média no gênero.

rainbow2

A premissa é clássica: sete sinos mágicos mantêm o universo em equilíbrio, mas o maligno cientista Warumon os rouba, na tentativa de dominar o mundo. Logo cabe à você recuperá-los e salvar a Princess Melody novamente.

A jogabilidade segue as regras do gênero que foram estabelecidas no Super Mario Bros. Os inimigos podem ser mortos ao se pular em cima deles, ou atacando-os com uma de suas armas. Existem duas habilidades carregáveis – ao se segurar o botão de ataque, você lança um super-soco, enquanto ao se segurar o botão de pulo você ativa seus foguetes, que te lança rapidamente em uma das oito direções. As mecânicas de vôo funcionam de forma parecida com Rocket Knight Adventures (também da Konami), onde você pode quicar pelas paredes e tetos sem controle. Uma das maiores diferenças é que você pode usar este boost indefinidamente, sem precisar tocar no chão. Algumas fases não tem teto, logo você pode continuar acelerando para cima, para fora da estratosfera e pelo espaço sideral, com um marcador indicando o quão longe você está da superfície do planeta. Não há nada lá em cima, mas é algo bem legal de se experimentar! Mas isso vem com alguns probleminhas. Já que estes boosts são carregados com o botão de pulo, você não consegue pular e então acelerar, o que os torna um tanto difíceis de se mirar. Algumas fases tem pegadinhas com obstáculos, como espinhos que são impossíveis de se ver antes que você colida com eles.

rainbow3

Você pode escolher entre TwinBee, WinBee, e GwinBee. Cada um deles tem armas primárias diferentes, e o tempo que você precisa carregar os ataques e foguetes também varia entre eles. WinBee é a mais veloz e usa uma fita como chicote, GwinBee é o mais forte e arremessa chocalhos, enquanto TwinBee é o tipo mais equilibrado, sendo equipado com um martelo de curto alcance.

As fases são enormes, e em algumas vezes elas dão a volta em si mesmas, tanto vertical quanto horizontalmente. Para te ajudar, á uma tela de mapa disponível, que indica a sua posição e também a saída, mas já que ela é mostrada como um grid vazio, isso é pouco útil em fases com muitas portas de teleporte, ou labirintos. Existem muitas chaves coloridas à serem coletadas, e cada uma abre a porta de cor correspondente. Uma vez que uma chave é encontrada, você pode voltar às fases completadas para abrir as portas que antes estavam inacessíveis.

Você tem uma barra de vida, que consiste em três corações. Cada fase está repleta de pequenos sinos, e ao coletar 100 deles você recupera um coração. Os inimigos destruídos deixam para trás sinos maiores e coloridos, que servem como powerups. Entre eles está a opção de equipar o seu personagem com a sua arma mais famosa: uma pistola para ataques à longa distância, o escudo clássico, tempo de invencibilidade, sapatos para se pisar mais forte, os Options-sombra e mísseis teleguiados. Ser atingido faz com que você perca todos os seus sinos coloridos e seus powerups, mas eles podem ser recuperados se você conseguir pegá-los novamente antes que eles saiam da tela, ao mesmo estilo do Sonic the Hedgehog. Existem também fadinhas escondidas, geralmente havendo algumas delas em cada fase.

rainbow4

Rainbow Bell Adventures também permite que você jogue simultaneamente com um amigo. Na maioria dos jogos de duas pessoas, os personagens geralmente estão presos na mesma tela, o que significa que você não pode se afastar muito de seu parceiro. Aqui, a câmera segue o jogador que estiver à frente, e se o outro jogador for deixado para trás, sua posição é indicada com uma seta na borda da tela. Ele pode forçar que a tela foque nele, apertando o botão Select, ou se teleportar para próximo do primeiro jogador, usando o botão Y. Além do modo padrão, existe também um modo “Battle”, em que você enfrenta um amigo. A tela se divide em duas, e algumas armas mais mortíferas estão disponíveis apenas neste modo.

rainbowbelladventures-art

Mas o jogo tem os seus defeitos. Ele poderia ter contado com uma variedade maior de inimigos, já que enfrentar sempre os mesmos “Bees” malignos do Dr. Warumon se torna chato rapidamente. A maior frustração é a música, que apesar de contar co  um punhado de faixas bacanas, não chega perto da altíssima qualidade dos jogos anteriores da série. Ainda assim, é possível amar este jogo pelos seus pequenos detalhes. As sprites principais são muito bem animadas, assim como as personalidades dos diferentes Bees aparecem de formas que não poderiam ser apreciadas em um shooter. As enormes fases e a grande quantidade de itens escondidos garantem um ótimo replayability, sem cair no colecionismo.

A versão japonesa tem uma bateria de backup que mantêm um registro do seu progresso, assim como o melhor tempo de cada fase, fadas coletadas, etc. Isto é importante, já que o acesso aos diferentes finais do jogo depende do seu desempenho. Já a versão européia usa um sistema de passwords, que não mantêm um registro de nenhum destes dados adicionais, te deixando apenas com um final disponível. As telas de mapa também são diferentes. Na versão japonesa, você pode escolher as fases de forma não-linear, e ao se completar uma fase, se destrava as fases ao redor dela. Na versão européia, o progresso é totalmente linear. Existem também alguns textos na versão japonesa, em maioria conversas entre os personagens e o Dr. Cinnamon antes de se iniciar uma fase. A maior parte disso foi cortada da versão européia. Existe uma tradução feita por fãs da ROM japonesa que permite que você jogue o jogo inteiro em inglês, logo você não precisa aturar a versão inferior européia.

Mais Fotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vídeos

Versão Japonesa:

Versão Européia:

Versão Japonesa, Traduzida:

Trilha Sonora:

Em Breve: TWINBEE RPG!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s