Especial Mappy, Parte 6: Outros

HG101_logo_SMALLER

Por

Robô Mappy

Apesar da maioria dos jogadores fora do Japão conhecerem Mappy e a gangue do Nyamco dos vídeogames, eles na verdade surgiram como robôs mecânicos que participavam de competições, que eram populares no Japão nos anos 80. Elas geralmente envolviam colocar um robô em algum tipo de labirinto e fazê-los navegar por eles. O gato Nyamco veio primeiro, sendo criado para o primeiro evento Microcat, que aconteceu em 1980. Ele tinha 65 cm de altura e pesava 27 kg. Ele podia mexer a cabeça, corpo, cauda e olhos.

Mappy-robo

O Mappy já foi criado no ano seguinte para a segunda All Japan Micro Mouse Competition, em 1981. Ele era um pouco menor, mas pesava muito menos (41 cm de altura e pesava 4.3 kg), e custou 20 milhões de yens na época (cerca de 100 mil dólares). O design foi finalizado em vendido aos consumidores em 1983 por 78 mil yens (cerca de 400 dólares). Na demonstração, O rato estourava balões com um alfinete em sua calda, e eles tinham desenhos do Nyamco neles, parecido com a fase de bônus do jogo para os arcades.

Informações sobre estes eventos, assim como as imagens acima, foram encontradas neste blog japonês.

Desenho Animado

Shiftylook foi um projeto iniciado em 2011 que tinha como foco fazer web comics baseados em propriedades intelectuais da Namco. Mappy, com o subtítulo de “The Beat”, foi um dos poucos que se tornou uma série animada (assim como séries curtas de Bravoman e Wonder Momo). Mas “animada” é uma definição meio elástica – elas são bem simples, sem movimentos labiais nos diálogos e apenas um pequeno movimento à cada alguns segundos. A arte e vozes foram feitos por Scott Kurtz (do webcomic PVP online) e Kris Straub, responsável pelo estilo da animação, o mesmo que ele usou nas suas animação em Flash: Blamimations.

maxresdefault-1

Assim como outros quadrinhos da Shiftylook, a premissa é bem besta, e acaba parecendo com uma daquelas animações de paródia que passavam no Adult Swim no começo dos anos 2000. Aqui, Mappy é um policial que caiu em desgraça, tendo sido chutado da polícia por ter falhado em um de seus enfrentamentos com Goro e a gangue Nyamco (ele atira por engano em uma das preciosas pinturas). Com dificuldade pra conseguir trabalho, ele acaba sendo contratado com segurança pela Nyamco (agora um negócio legal, aparentemente), tendo Goro como chefe. Obviamente, Goro só o contratou para infernizá-lo e fazê-lo sofrer. O elenco também é composto por Dig Dug, o melhor amigo de Mappy – e Sky Kid, seu querido mas burro colega de trabalho. São treze episódios ao todo, cada um com cerca de oito minutos de duração. Seguindo com o tema da Shiftylook, existem várias referências à outros personagens da Namco, usadas em contextos cômicos – por exemplo, Wonder Momo é uma “idol”, e tanto Mappy quanto Dig Dug matam trabalho um dia para ir á um de seus shows. Outras participações incluem o Príncipe de Katamari Damacy (que rola por aí com sua bola, sendo como uma espécie de faxineiro do prédio), os heróis do Time Crisis, Albatross do Rolling Thunder (aqui fazendo o papel de um espião corporativo, usando o disfarce mais desleixado possível) e até os caras musculosos (e o urso) do jogo absurdo para Wiiware, Muscle March.

A produção em si tem uma qualidade bem amadora, mas é aí que está o seu charme. É muito melhor que eles tenham seguido este caminho de mostrar os personagens em situações ridículas, ao invés da forma que o desenhos animados de jogos geralmente são feitos, como o Super Mario Bros. Super Show dos anos 80, ou o Saturday Supercade. É na verdade um choque saber que este é um produto oficialmente sancionado pela Namco, e não apenas uma paródia feita por fãs. O roteiro redundante algumas vezes, da mesma forma que em vários desenhos animados do Adult Swim, mas é extremamente engraçado, especialmente com a voz insidiosa de Goro e seus planos absurdos para irritar Mappy o máximo possível.

maxresdefault-2

Praticamente tudo da Shiftylook foi retirado da internet em 2014, mas os episódios estão sendo re-colocados por terceiros no Youtube (veja abaixo em Vídeos).

Origem do Termo “Mappo”

Para a origem do termo “mappo”, existem duas teorias. A mais famosa vem da era Meiji, onde muitos policiais vinham do Domínio de Satsuma, logo foram apelidados de “satsumappou”. Com o passar dos anos, isso foi se abreviando para “mappou”, e então apenas “mappo”. A outra teoria vem da ocupação americana durante a Segunda Guerra Mundial, onde a polícia militar usava capacetes com a inscrição “MP”. Diz-se que o japoneses se referiam à eles como “Ma-Ppo”, para que os americanos não soubessem o que estavam falando.

Referências: http://zokugo-dict.com/31ma/mappo.htm

Cameos

Ridge Racer conta com carros rivais azul e rosa, baseados no personagem Mappy. Ridge Racer Type-4 para o PlayStation inclue a equipe “Micro Mouse Mappy”. Em Ace Combat Infinity, em um dos vídeos, uma mulher canta o tema do Mappy. Mappy também aparece numa atração chamada Fukubukuro Tantei Daigaku (“Lucky Bag Detective College”) no Namco Nanja Town, um parque de diversões coberto, em Ikebukuro, Tokyo.

Vídeos

Robô Mappy:

Mappy The Beat completo:

Fim do Especial Mappy!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s