Os 11 “Zeldas” da SEGA – Parte 3

segaobscura

Por Mama Robotnik em 28 de Novembro de 2018

Respostas da SEGA ao Zelda 3: A Link to the Past (lançado em 21 de novembro de 1991), continuação

Shining Wisdom (1995)

Formato: SEGA Saturn
Primeiro lançamento: 1996
Lançamentos recentes : NENHUM

Um capítulo da franquia Shining para o SEGA Saturn que inexplicavelmente abandona as mecânicas de RPG pelas quais a série é famosa, preferindo seguir o caminho do Zelda.

Zelda Como?

Bastante. Enquanto os outros títulos 32 bits desta lista trazem o seu próprio estilo visual para a fórmula do Zelda, Shining Wisdom se contenta com um estilo gráfico bastante similar ao do A Link to the Past.

Méritos Próprios

Não muitos. Apesar de copiar com cuidado, ele não faz muito para tentar expandir a fórmula do Zelda, ou para estabelecer sua própria identidade. A escala da aventura também não ajuda – quando você acha que o jogo começa a engrenar, ele acaba. Imagine se o A Link to the Past terminasse assim que você descobre o Dark World – é assim que você se sente com Shining Wisdom. Não parece que ele usa nenhuma das capacidades do Saturn, mas ainda sim é um jogo divertido pelo que ele é.

Magic Knight Rayearth (1995)

Formato: SEGA Saturn
Primeiro lançamento: 1996
Lançamentos recentes : NENHUM

Outro “Zelda” para SEGA Saturn “Zelda”, desta vez baseado em um anime.

Zelda Como?

Overworld, dungeons, exploração, todos os elementos estão aqui – mas de uma forma mais linear.

Méritos Próprios

O jogador controla três personagens de uma vez, o que dá à aventura um feeling diferente de vários outros títulos aqui listados. Os visuais são surpreendentes – os ambientes são vibrantes e distintos, com distorções e efeitos em certos lugares para aumentar a atmosfera do jogo.

Linkle Liver Story (1996)

Formato: SEGA Saturn
Primeiro lançamento: 1996
Lançamentos recentes : NENHUM

Um título para Saturn lançado apenas no Japão, criado por alguns dos desenvolvedores que nos trouxeram o transcendente Crusader of Centy. O jogador controla uma estranha e acrobática mulher-gato.

Zelda Como?

Apesar de linear, os elementos de ação tem muita influência. O combate, dungeons e vários outros aspectos seguem os elementos familiares do Zelda.

Méritos Próprios

O jogo tem uma respeitosa quantidade de ambientes, onde você transita entre eles de uma forma bem única – usando tornados. O jogo introduz elementos em 3D – como chefes poligonais e um elaborado mapa em forma de globo.

Respostas da SEGA ao Zelda 4: Link’s Awakening (lançado em 6 de junho de  1993)

Sylvan Tale

Formato: SEGA Game Gear
Primeiro lançamento: 1995
Lançamentos recentes: NENHUM

Uma tentativa para do Game Gear de Link’s Awakening.

Zelda Como?

Se o jogo fosse monocromático, ele poderia ser confundido com o título da Nintendo que o inspirou. Entre escalar colinas, explorar uma vila central e avançar por dungeons e cavernas, há muito aqui para se comparar.

Méritos Próprios

O poder do Game Gear permite que o jogo ultrapasse as limitações de hardware do seu equivalente no Game Boy. Rolagem de tela e a mais ampla paleta de cores contribuem para um jogo com um visual impressionante.As habilidades que você pode coletar permitem novas formas de jogabilidade – o poder de se transformar em rato, sereia, cavar usando uma roupa de toupeira, todos eles oferecem uma diferença única sobre a fórmula clássica do Zelda.

Conclusão

Primeiramente gostaria de notar que existem outros títulos que poderia ter incluído – como Landstalker, Wonder Boy III e Dungeon Explorer – mas acredito que os títulos aqui listados são bem mais explícitos em sua inspiração no Zelda.

O panteão de “Zeldas” da SEGA varia. Alguns, como Golden Axe Warrior e Crusader of Centy, são quase indistinguíveis da famosa franquia da Nintendo. Já outros, como Linkle Liver, tem uma forte inspiração, mas seguem o seu próprio caminho.

Alguns não tem vergonha alguma de serem imitações.

Apesar disso, existem títulos realmente excelentes aqui – muitos dos cais caìram na obscuridade. Muitos foram lançados apenas uma vez e agora são bem caros e difíceis de encontrar, sendo injustamente aprisionados em consoles antigos. Tenho esperança que um dia a SEGA dará aos jogadores a oportunidade de explorar estas obscuras experiências feitas sobre a fórmula do Zelda.

Vídeos

Shining Wisdom:

Magic Knight Rayearth:

Linkle Liver Story:

Sylvan Tale:

Fim dos “Zeldas” da SEGA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s