Fight! Youkai Yashiki (1986)

HG101_logo_SMALLER

Por

yy_

Youkai Yashiki (妖怪屋敷) – MSX, FDS (1986)

Youkai Yashiki (que pode ser traduzido como “Mansão Demoníaca” ou “Casa Fantasma”) é um jogo para MSX lançado pela Casio para o MSX em 1986, que também contou com um remake para o Famicom Disk System FDS) feito pela Irem no ano seguinte. Ele te coloca no papel de um garoto chamado Kouji, que está explorando a casa mal-assombrada em busca de sua irmã.

Youkai-Yashiki.-Boynight.-Haunted-House-1986Casio_0001

MSX

Ao longo de cinco fases, seu objetivo é encontrar talismãs, e então encontrar e matar o chefe de fase. Sua única arma é a sua lanterna, que dispara pequenos flashes. As suas baterias determinam tanto a sua força quanto a sua vida. Em outras palavras, ser atingido diminui tanto sua energia quanto o seu poder de taque. E se você tiver algo menos que uma carga completa, os disparos de sua lanterna vão ter um curtíssimo alcance. Mas felizmente existem bolinhos de arroz que você pode encontrar pela casa. Se você oferecer um destes à uma das estátuas jizo espalhadas pelas fases, elas também recuperam a sua energia.

Youkai-Yashiki.-Boynight.-Haunted-House-1986Casio_0044

MSX

O jogo usa um scroll tela a tela, resultado das limitações técnicas do MSX, mas isso é algo que ajuda na hora de desenhar mapas. Além de encontrar talismãs, você também precisa encontrar certos itens que foram perdidos pela sua irmã (pelo menos na versão para MSX). Cada fase tem um número de poços de teleporte (com certeza inspirados no Super Mario Bros), e um deles vai te levar à uma sala secreta que contém um destes itens essenciais. Um aspecto legal destes poços é que eles podem não só te teleportar para outro lugar da mesma fase, mas também pode ter levar para outras fases, dando ao jogo uma sensação de interconectividade. Isso não só permite que você visite fases já completadas – o que é importante se você esqueceu algum dos itens da sua irmã – mas também permite que você acesse áreas mais para frente do jogo, mesmo sem derrotar os chefes anteriores. Ao procurar por talismãs, o jogo também não se importa onde você os encontrou, o que significa que não importa você se pegou quatro em uma fase, entrou em outra fase para pegar outro, e então voltou para enfrentar o chefe.

Youkai-Yashiki.-Boynight.-Haunted-House-1986Casio_0003

MSX

Os chefes podem ser difíceis pois todos eles requerem truques que nem sempre são imediatamente óbvios. Por exemplo, o primeiro chefe é uma cabeça decapitada, cujo longo cabelo age como tentáculos e atacam em direção ao solo. O que você precisa fazer é passar por eles, absorvendo qualquer dano que levar, e então saltar rapidamente, disparando sua lanterna em sua boca. Você precisar estar corretamente posicionado, senão será jogado para trás, ou simplesmente morto. Para o segundo chefe, uma cabeça com chifres, você precisa atirar nos raios que ele solta, pois ataques diretos não fazem nenhum efeito nele. Uma vez que você sabe a estratégia, estes caras não são difíceis, mas pode ser frustrante morrer constantemente até você descobrir o que fazer.

Youkai-Yashiki.-Boynight.-Haunted-House-1986Casio_0050

MSX

Os visuais do jogo para MSX são um pouco simples, mas com um estilo bem parecido com o do Goonies da Konami para o sistema, mas não tão detalhado. Como já fica claro pelo título, existem vários youkai (demônios japoneses) interessantes que você encontra, incluindo monstros que se escondem atrás das janelas e atacam com línguas extremamente compridas; os rokurokubi, que ficam parados e se parecem com mulheres vestidas de kimonos, mas tem pernas compridas e tentam te atacar se você polar sobre elas; os kasa-obake, que se parecem com guarda-chuvas saltitantes, com braços, uma perna e um olhos só; um pé gigante que cai do céu pisando em você, que parece algo saído da abertura do Monty Python’s Flying Circus. Seu posicionamento pode ser bem irritante, já que às vezes estes estão bem nas bordas da tela, então pode ser praticamente impossível de evitá-los quando se troca de tela.

Youkai-Yashiki.-Boynight.-Haunted-House-1986Casio_0060

MSX

A versão para o FDS feita pela Irem tem os mesmos conceitos e mecânicas, mantendo até o scroll tela a tela, mas de muda todo o resto do jogo, desde os visuais até os layouts das fases. A maior mudança é que você só precisa coletar talismãs, todos os outros itens extras foram removidos. Com isso, você não pode mais viajar entre as fases, removendo um dos aspectos mais legais da versão original. As fases da versão para MSX não são tão grandes (especialmente as duas primeiras), mas aqui elas são um pouco maiores e mais complexas.

Youkai-Yashiki0017-1

FDS

Nesta versão, navegar pelas fases é um saco. As fases geralmente tem várias telas de altura e fazem loop vertical, mas não há indicação onde o “teto” e o “chão” realmente estão. Aqui há uma ênfase maior em se usar os teleportes dentro de cada fase, o que torna a navegação ainda mais confusa. Devido as fases mais complexas, você realmente precisa desenhar um mapa, para não ficar zanzando à esmo por horas. A maioria das fases estão no formato (mais ou menos) de vários kanjis, o que é bacana de se notar depois que você está com tudo mapeado – a quarta fase é baseada no kanji para “morte”, por exemplo. Já que não existem mais salas secretas, elas foram substituídas por “áreas infernais”, para onde você é levado se você cair em certos abismos. Elas são bem curtas, e você precisa completá-las para poder voltar para a fase principal.

Youkai-Yashiki0007

FDS

Apesar do primeiro chefe ser o mesmo da versão para MSX, todos os outros são novos, incluindo um demônio chamado shishimai (dança chinesa do leão), uma armadura possuída e um youkai baseado numa estátua budista. Eles são um pouco mais interessantes visualmente do que os originais, mas enfrentá-los é ainda mais estressante. Os chefes aqui aguentam mais dano, e é ainda mais importante ter a lanterna completamente carregada, e se você levar um golpe e ficar com pouca energia eles se tornam extremamente difíceis, ou até impossíveis.

Youkai_Yashiki_stage_3_boss

FDS

O retrabalho visual do jogo para o FDS é muito bom – o jogo do MSX só tinha uns poucos ambientes (caverna e casa), então dar à cada área um visual distinto torna cada fase mais exclusiva. A trilha sonora foi totalmente refeita – ambas oferecem melodias legais, mas a versão para FDS tem mais variedade.

Youkai-Yashiki-Japan-b-5

FDS

Não há nada no jogo que tire vantagem das capacidades do Famicom Disk System (como save games ou canais de áudio extras), o que sugere que foi desenvolvido como um título de baixo orçamento. O que também é uma pena – ele realmente tem um visual melhor, e mesmo que expandir as fases e redesenhar os chefes não tenha sido uma má idéia, isso foi feito de forma tão desleixada que acabou resultando num produto inferior. Já a versão para MSX pode parecer mais simples quando comparada à outros jogos de exploração, mas ainda é um jogo interessante o suficiente para ser considerado um dos clássicos do sistema.

remake

Youkai Yashiki HD

Em 2018 a Double V Games lançou um remake como freeware para Windows. Ele inclui gráficos refeitos em HD e é baseado no jogo para FDS, mas ele só tem uma fase.

Comparativo de Fotos

Mais Fotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vídeos

MSX:

FDS:

Um comentário sobre “Fight! Youkai Yashiki (1986)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s