Geograph Seal (Mês do X68000)

mes_X68K

HG101_logo_SMALLER

Por

gs__

Geograph Seal (ジオグラフシール) – X68000 (1994)

gseal

Capa

Geograph Seal foi criado pela Exact para o X68000 da Sharp, um computador japonês conhecido por sua capacidade gráfica para rodar versões com qualidade quase igual as dos arcades. É impossível negar que este jogo é o progenitor do Jumping Flash! do PlayStation, já que ambos possuem os mesmos elementos: você pilota um robô que pode dar um salto triplo (incluindo a câmera que vira para baixo à medida que você desce), um radar para encontrar os inimigos, armas parecidas e HUD na tela que marca os alvos e inimigos. Enquanto o Jumping Flash! é um jogo de plataforma com elementos de FPS, Geograph Seal é um FPS com alguns elementos de plataforma.

gseal-1

Geograph Seal se controla de forma idêntica ao primeiro jogo da série Jumping Flash!, com um movimento similar à de um tanque. Você tem quatro armas diferentes com nomes maravilhosos em “engrish“, como Valcan, Laser, Horming e Riat, as quais você pode mudar quando quiser e que podem receber upgrades. Diferente de Jumping Flash!, quase todo objeto na tela é rotulado: inimigos, alvos, powerups e chefes (se todos este texto na tela não é a sua praia, você pode desligá-lo no menu de opções). Mas há uma  coisa estranha: você só pode acessar o menu de pausa quando estiver no chão, logo não se pode mudar as armas no meio de um salto.

gseal-2

Jumping Flash! conseguiu provar que a engine do jogo é robusta o suficiente para um jogo de plataforma – já Geograph Seal prova o contrário: ela simplesmente não é tão adequada para um jogo de veloz de ação. A tela fica repleta de inimigos desde o momento que o jogo começa, com naves voando, robôs no solo, etc – que estão todos atirando no jogador. Não é incomum os inimigos te acertarem se você ficar mais de um segundo parado. É um jogo frenético com inimigos velozes, mas como nos jogos da série Jumping Flash!, o seu robô se move num ritmo mais relaxado e tem uma capacidade limitada de mudar de direção durante um salto. Mesmo assim a primeira fase é divertida, pois você conta com bastante energia e destruir todos os inimigos é divertido. Isso até você encontrar o primeiro chefe.

gseal-3

O chefe é um monolito orbitado por quatro esferas que disparam raios de energia. Obviamente, estas esferas estão acima dos robôs. E para incomodar ainda mais, a detecção de hits é bem ruim – os disparos das esferas que parecem passar inofensivamente por cima de você na verdade acabam acertando. Existem duas formas de derrotá-lo: você pode partir pra cima com tudo e atacar cada esfera pulando em cima delas ou atirando nelas, torcendo que sua energia seja o suficiente (e não é) ou você pode se esconder atrás de um dos quatro pilares no perímetro da arena e disparar mísseis teleguiados. O problema disso é que você ainda vai ser acertado pelos raios e os mísseis teleguiados só acertam o seu alvo de vez em quando. Claro que uma vez que as esferas tenham sido destruídas, o monolito começa a disparar raios que acertam você por trás dos pilares. E novamente, os mísseis teleguiados não são confiáveis e quase não causam dano. E se você atacar o inimigo diretamente, você será destruído em segundos.

gseal-4

Geograph Seal tem um feeling cyberpunk do fim dos 80/começo dos 90. O jogo é inteiramente em inglês (incluindo uma introdução mal-escrita) e uma trilha sonora agitada de música eletrônica. Realmente é bastante interessante de ver a engine do Jumping Flash! sendo usada num contexto diferente. Em alguns aspectos, a engine parece se encaixar melhor no estilo “run and gun”, ao invés do ritmo relaxado do Jumping Flash!.

Vídeos

Trilha sonora:

À seguir: Phalanx!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s