Especial Dragon Knight, Parte 4: Dragon Knight 4

HG101_logo_SMALLER

Por em 3 de janeiro de

dragonknight4_a

Dragon Knight 4 (ドラゴンナイト4) – PC-98, X68000, FM-Towns, Super Famicom, Playstation, PC-FX, Windows (25 de fevereiro de 1994)

A história começa num futuro distante, em outra dimensão. Lucifon, um dos quatro grandes generais do mundo dos demônios, teve um caso com Mano, a filha do rei do mundo dos demônios. Isso chega aos ouvidos do pai dela, e após confrontar Lucifon sobre isso, o rei decide bani-lo para o espaço entre as dimensões, como punição. Após um tempo incontável se passar, o rei contacta Lucifon novamente e lhe dá uma missão: voltar no tempo e matar Takeru, já que ele é a principal razão pela qual os demônios deixaram de influenciar o mundo humano. O rei também garante à ele que ele aprovará o relacionamento de Lucifon com Mano, se ele tiver sucesso. Lucifon aceita a missão e volta no tempo para quando Takeru ainda estava vivo.

dragonknight4-2

PC-98

De volta naquela época, Takeru e Luna vivem uma vida pacata e feliz, e seu filho Kakeru está crescendo e se tornando um jovem valente e cheio de energia, mas também um pouco tarado, assim como seu pai. Depois que Kakeru chega aos 15 anos de idade, uma carta chega em sua casa. Baan está pedindo a ajuda de Takeru para resolver algum problema, mas Takeru decide enviar seu filho em seu lugar, certo de que ele não corre perigo, agora que eles vivem num mundo sem monstros ou demônios. Kakeru parte alegremente em sua jornada, sem saber o que lhe espera…

Personagens

kakeru

Kakeru

Filho de Takeru e o protagonista do jogo. Ele é curioso, e medo é um conceito desconhecido para ele. Dublado por Megumi Ogata nas veresões  para PC-FX e PlayStation.

natasha

Natasha

Amiga de infância de Kakeru e aprendiz de feiticeira. Ela vai atrás de Kakeru quando ele parte da vila em sua jornada. Dublada por Saori Sugimoto nas versões para PC-FX e PlayStation.

seiru

Seiru

FIlho de Baan. Diferente de Kakeru, ele não lembra em nada o seu pai. Ele é medroso e não quer deixar a vila para ajudar Kakeru, mas Baan o força à partir. Dublado por Chisato Nakajima nas versões para PC-FX e PlayStation.

eto

Eto

Um homem misterioso que aparece de repente e ajuda Kakeru e Seiru. Ninguém nunca o viu sem sua máscara, e a única coisa que ele revela sobre si mesmo é seu nome. Dublado por Ryotaro Akiyuki nas versões para PC-FX e PlayStation.

marlene

Marlene

Uma sobrevivente de uma vila de elfos destruída pelo exército de Lucifon. Ela se junta à Kakeru e seus amigos e jura vingança. Dublada por Yumi Toma na versão para PC-FX e Michiko Neya na versão para PlayStation.

lucifon

Lucifon

O antagonista principal. Ele volta no tempo para matar Takeru, sem saber que seria Kakeru quem o enfrentaria. Dublado por Toshikazu Shiozawa nas versões para PC-FX e PlayStation.

mano

Mano

A amante de Lucifon e filha do rei do mundo dos demônios. Para conseguir mandar Lucifon para o passado, ela teve que lançar uma maldição sobre si mesma, e ela só se recuperará se Lucifon completar sua missão. Dublada  por Miki Inoue na versão para PC-FX e Yamazaki Wakana na versão para PlayStation.

dragonknight4-9

PC-98

Dragon Knight 4 é um RPG de estratégia com grande influência de jogos como Fire Emblem e Nintendo Wars. As batalhas são travadas em grids de hexágonos, e o objetivo principal é sempre chegar na próxima cidade ou derrotar todos os inimigos. Correr em direção à cidade geralmente não é uma boa idéia, já que os inimigos vão atacar seus personagens mais fracos em bandos e vão acabar matando-os rapidamente. E se algum personagem é morto em combate, ele se vai para sempre. Se um dos cinco personagens principais morre, é Game Over instantâneo, logo posicionar seus personagens com cuidado é algo muito importante. Cada personagem é de uma classe específica, indo desde espadachins à magos, passando até pelos dragon knights do título. Geralmente isso só determina o número de casas que cada unidade pode andar por turno e o quão longe elas conseguem atacar, mas no caso dos dragon knights, isso também afeta quem consegue atacá-los, já que eles são unidades voadoras.

dragonknight4-1

PC-98

Ao invés das unidades terem HP, o jogo usa um sistema parecido com o dos jogos da série Nintendo Wars, onde cada unidade é definida pelo seu número de soldados. Soldados morrem sempre que a unidade é atacada, e seu número restante influencia sua força e defesa, logo que ataca antes sempre tem vantagem. Mesmo as unidades mais poderosas se tornam inúteis após receber alguns ataques, e é aí que as curas entram. A maioria dos mapas tem dois ou três pontos de cura espalhados, onde você pode parar com suas unidades para que elas comecem o próximo turno recuperadas, mas os inimigos também podem utilizá-los. Para evitar que o jogador abuse disso usando estratégias de “hit and run”, o jogo tem um sistema de limite de turnos, e as batalhas terminam instantaneamente com um Game Over se o limite de turnos é atingido. O jogo tem um bom equilíbrio que previne que o jogar corra para terminar as batalhas rápido demais, e também o força a se arriscar um pouco para conseguir terminar as batalhas dentro do limite de turnos. Muito do desafio e diversão do jogo vem de se tentar terminar cada mapa com todos os personagens vivos, já que simplesmente vencer não é tão difícil assim.

dragonknight4-3

PC-98

Matar inimigos a forma principal de tornar seus personagens mais fortes. Não há sistema de níveis, logo ao invés de pontos de experiência, eles só te dão um certo número de pontos de ataque e defesa, dependendo do quão forte o inimigo derrotado era. Outra forma é achar sementes de ataque e defesa, e cada mapa tem algumas espalhadas em lugares secretos. Quando um personagem chega à um lugar onde está uma destas sementes, seus pontos de ataque/defesa aumentam automaticamente. Existem também sementes que aumentam seu movimento e alcance de ataque, mas estas são raras – menos de dez delas existem no jogo todo. Já que não tem como saber onde as sementes estão, a maioria delas é encontrada na sorte na primeira partida.

dragonknight4extra-6

PC-98

Entre as batalhas, há partes de exploração nas cidades, onde a maior parte da história se desenrola. Todos os personagens do seu exército aparecem na cidade como NPCs com que você pode interagir, com todo tipo de diálogos divertidos e situações preparadas para cada um. Este é um dos principais motivos porque você não vai querer que nenhum de seus personagens morra em combate, já que cada um deles tem diálogos exclusivos em cada cidade, e alguns até tem relacionamentos com outros personagens. Um exemplo é Rosalind, um dos personagens que você pode recrutar, que eventualmente se apaixona por Seiru, se ela permanecer viva o tempo necessário. O recrutamento de personagens também acontece nas cidades, geralmente te dando a escolha entre um masculino e um feminino. E é claro que este sendo um jogo erótico para o público masculino, os personagens femininos tem muito mais cenas que os masculinos. Não é possível se recrutar todos os personagens possíveis em uma única partida, logo várias partidas são necessárias para se ver todos os eventos do jogo. Outra coisa que se pode fazer nas cidades é explorá-la em busca de sementes escondidas, que podem ser estocadas e usadas em qualquer uma das unidades disponíveis, o que é uma boa forma de treinar os personagens mais fracos. Cada cidade tem um certo número de cenas importantes para a história, que o jogador deve assistir antes de prosseguir para a próxima batalha.

dragonknight4extra-1a

PC-98

E a história é uma das melhores coisas em Dragon Knight 4, e essa é a maior razão pela qual os fãs adoram este jogo e o consideram um clássico do gênero. Apesar dos três primeiros jogos terem enredos bem simples, este aqui conta com um roteiro muitas vezes mais e é uma das mais interessantes histórias num RPG japonês da época.Não é uma história das mais originais, mas alguns dos seus aspectos eram incomuns na época, e tudo acaba funcionando muito bem devido ao ótimo desenvolvimento dos personagens e da qualidade do roteiro. A sensação de uma longa jornada pelo mundo e de um mal terrível que se aproxima é algo executado de forma surpreendente, e quando os personagens finalmente chegam à última cidade, há uma grande sensação de desesperança e dúvida de que os protagonistas vão realmente conseguir. Um dos melhores elementos é o crescimento de Kakeru, Seiru e Natasha, já que eles são todos adolescentes que acabam envolvidos em algo grande demais para eles. Mas nem tudo é perfeito, já que existem alguns problemas e algumas pontas soltas da história são deixadas  sem conclusão ao fim do jogo.

dragonknight4-7

PC-98

Mas o que realmente traz os personagens e a história à vida é a sua maravilhosa apresentação. Já que os artistas dos primeiros jogos já haviam deixado a Elf, Masaki Takei, que anteriormente havia trabalhado como animador no estúdio Madhouse, se juntou ao time como artista principal para este jogo. Takei estava num nível completamente diferente dos artistas anteriores, em parte devido à sua experiência na indústria de animes, e ele trouxe ao jogo belíssimas ilustrações, até mesmo animando algumas delas. Existem mais de duzentas artes diferentes usadas ao longo do jogo para complementar cada cena, e a equipe de gráficos fez um trabalho fantástico ao transformar a arte de Takei em gráficos para computador.

dragonknight4-6

PC-98

Quando o jogo foi lançado, os compradores podiam também adquirir uma cópia do Dragon Knight 4 Special Disk com a Elf. Ele inclui extras como um jogo de quiz, novos modos onde você pode ver as artes e ouvir as músicas do jogo, uma seção de dicas para aqueles empacados em alguma parte do jogo, comentários dos desenvolvedores e até artes que não foram utilizadas.

dragonknight4-5

PC-98

Dragon Knight 4 é um ótimo exemplo de jogo erótico que é realmente bom, e é um que muitos fãs de RPGs de estratégia vão realmente gostar. Infelizmente, apesar de geralmente ser considerado o melhor jogo da série, ele nunca alcançou as vendas dos primeiros jogos. Quando ele foi lançado, os dating sims e as visual novels haviam tomado conta do mercado, e os fãs da Elf estavam muito mais interessados em uma continuação do seu estrondoso sucesso Doukyuusei. Mas os jogos da Elf sempre foram famosos, e Dragon Knight ainda era um nome grande, logo duas empresas se mostraram interessadas em fazer versões do jogo para consoles domésticos: a Banpresto e a NEC Avenue. A Banpresto desenvolveu duas versões diferentes simultaneamente, uma para Super Famicom e outra para o PlayStation, enquanto a NEC Avenue desenvolveu uma versão para o mal-fadado PC-FX. Elas foram todas lançadas por volta do começo de 1997, com apenas uns poucos meses de diferença entre elas.

dragonknight4extra-7a

PC-98

A versão para Super Famicom tenta ser fiel ao jogo original em sua maior parte, só mudando uma parte da aventura devido a censura. Os mapas de combate e o sistema são praticamente os mesmos, mas agora incluem pontos de experiência e um sistema de níveis. Algo exclusivo desta versão é a semente de ressurreição, um item que permite reviver um d os seus personagens já mortos, o que torna esta a versão mais fácil do jogo. A Banpresto também adicionou uma nova personagem recrutável chamada Wendy e três novos inimigos, Ridya, Hadess e Beirit. Devido às limitações do Super Famicom, boa parte das artes do original foram removidas, e o que restou é mostrado em uma resolução muito mais baixa. Para compensar, esta versão tem as cidades com os melhores visuais, com um ótimo trabalho de sprites e uma paleta de cores mais bonita do que de qualquer outra versão.

dragonknight4-10

PC-98

Para o PlayStation, a Banpresto resolveu mudar mais um pouco, transformando-o num jogo bem mais difícil, que requer mais estratégia e planejamento cuidados. Os mapas de combate são todos diferentes, o limite de turnos é mais apertado e as unidades inimigas são mais fortes. A Wendy da versão para SFC se foi, sendo substituída por outra personagem, Sara. Há vozes para os personagens, mas não são muitas as cenas que tem falas, e a maioria dos diálogos são ainda em silêncio. Nas cidades agora há um novo sistema de “dating” que exclusiva desta versão, onde o jogador chama uma garota e fala com ela para melhor os seu relacionamento, dependendo das respostas escolhidas. Isso não afeta em nada a história além de pequenas mudanças no final do jogo, logo é quase desnecessário. Algumas das músicas foram trocadas, e a maioria das faixas não é tão boa quanto as do jogo original.

dragonknight4-11

PC-98

A versão da NEC Avenue para o PC-FX foi lançada por último, e é a mais fiel das três. Comparada com as versões para Super Famicom e PlayStation, há muito menos censura, e as cenas de sexo são praticamente as únicas coisas que foram removidas. As batalhas e cidades também não foram alteradas, mas sofrem pelo fato de serem as mesmas cidades mas numa resolução mais baixa, o que torna um pouco mais irritante explorá-las, já, que não dá pra ver muito ao seu redor. Como nas versões anteriores para PC Engine, a dublagem é o foco principal aqui, e há muito mais cenas com voz aqui do que na versão para PlayStation, todas feitas por dubladores bastante famosos, incluindo Megumi Ogata, a voz de Shinji em Neon Genesis Evangelion.

dragonknight4extra-2

PC-98

Treze anos depois do lançamento do jogo original, a Elf resolveu lançar um remake do Dragon Knight 4 para Windows. A história é praticamente idêntica, e até mesmo toda arte original foi reutilizadas, mas o sistema do jogo foi refeito do zero. Ele abre mão dos mapas hexagonais, preferindo o tradicional grid de quadrados, e usa um sistema com HP e experiência, com cada personagem tendo agora vários outros atributos além de força e defesa. Existem também habilidades especiais além dos ataques normais, e a direção para a qual o personagem está virado quando é atacada influencia em sua defesa. Há também a opção de se escolher entre três dificuldades, com um “Challenge mode” adicional, que se torna disponível após se terminar o jogo. Apesar do remake parecer bom em teoria, os gráficos em 3D barato, os controles irritantes e as versões inferiores das músicas tornam esta uma das versões menos divertidas de se jogar, sendo apenas uma boa alternativa se você quiser ver a história sem censura, mas não tem acesso às versões originais para computador.

dragonknight4extra-5

PC-98

Apesar de  Dragon Knight 4 terminar com uma tela de “To be continued” e de algumas partes da história sugerirem de qua haviam planos para pelo menos uma continuação, não há praticamente nenhuma esperança de que isso um dia se realize. A Elf perdeu a maioria de seus funcionários nos últimos anos, que decidiram abrir uma nova empresa, chamada Silky’s Plus, e Hiruta também saiu da empresa no começo dos anos 2000, sem que ninguém tenha notícia do que ele anda fazendo. Uma teoria é de que Doten Meikai, o único roteirista que ainda trabalha na Elf é o próprio Hiruta, mas não existe nenhuma prova concreta disso. [N. do T.: esta matéria é originalmente de 2014, e segundo a Wikipédia, a Elf fechou as portas em 2015].

dragonknightsaturn

Antes de deixar a empresa, Hiruta tentou lançar um remake/reboot do primeiro Dragon Knight para o SEGA Saturn, mas a SEGA parou de permitir jogos com nudez em seu console, o que fez com que a Elf cancelasse o projeto. Alguns dos designs criados para ele foram reutilizados na versão para Windows do Words Worth, outro dungeon crawler da Elf.

Comparativo de Fotos

Introdução:

Cidade:

Conversando na Cidade:

Cena de Evento:

Mapa de Combate:

Animação de Combate:

Vídeos

PC-98:

Super Famicom:

PlayStation:

PC-FX:

Windows:

Trilha sonora do Super Famicom:

Trilha sonora do X68000:

À seguir: Animes de Dragon Knight!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s