Especial Ys, Parte 3: Ys II

Por Kurt Kalata em 15 de agosto de 2017

Ys II (イースII): Ancient Ys Vanished The Final Chapter – PC-88, PC-98, X1 Turbo, FM-7, MSX2, Famicom (22 de Abril de 1988)

Capa MSX2

Ys I & II estão tão entrelaçados que eles geralmente são vendidos juntos como um jogos só. Eles usam o mesmo sistema básico de jogo e além do mais é no final do Ys I que Adol é teleportado para o continente flutuante, servindo essencialmente de introdução para o Ys II.

Ys II (PC-98)

Ys II se passa exatamente após Adol ter derrotado o maligno Dark Fact, ter encontrado os seis livros e ter sido transportado para o continente flutuante de Ys, onda sua civilização ainda vive e prospera. Adol começa sua jornada pela antiga terra, desvendando mais mistérios à cerca dos seis sacerdotes, e descobrindo (e eventualmente derrotando) o mal que ali estava contido. A abertura da versão para computador é uma das cutscenes mais impressionantes que os jogadores poderiam ver em 1988.

Ys II (PC-88)

Personagens

Lilla

Lilia encontra Adol desmaiado no campo após ele ter sido arremessado pelo céu. Ela é bastante gentil, mas ela tragicamente não faz idéia da terrível doença que poderá matá-la em breve. Após Adol retribuir a sua ajuda ao achar a cura para sua doença, Lilia desenvolve uma hilária paixoinite aguda por ele que é tão forte que acaba respingando em outros jogos da série. Ela não é uma deusa de Ys, mas ela é bastante inconveniente e tudo que ela faz é ser raptada.

Maria

Maria é raptada por alguns monstros que pretendem sacrificá-la, mas seu noivo não é homem o bastante para salvá-la. Mas o Adol é.

Tarf

Um jovem garoto que Adol salva após ele ser capturado por demônios. Ele aparece de tempos em tempos com alguma informação nova.

Keith

Este demônio de nome tão besta parece ser um traidor de sua raça.Quando você o encontra pela primeira vez, Adol só o ouve através de uma parede, de onde ele o ajuda à resgatar o garoto raptado. Mais tarde ele ajuda Adol novamente com informações sobre a fortaleza dos demônios, o Solomon Shrine.

Gorto

O guerreiro que guarda a entrada do vilarejo de Ramia. Seu papel na trama só nos é revelado (e para ele também) no final do jogo e esmo assim é só para completar o conjunto dos descendentes dos seis sacerdotes de Ys.

Dalles

O líder encapuzado do exército de demônios, que conduz os horrendos sacrifícios humanos no templo e tem como meta de vida desafiar e tirar sarro de Adol, à quem ele considera um fabuloso oponente à sua altura. Ele também aparece em Ys Origin. Em algumas versões ele parece a Morte, em outras ele parece mais humano. Outra versão do seu nome é Duless.

Darm

Apesar do seu subordinado Dalles ser quem suja as mão na maior parte do jogo, o verdadeiro inimigo em é Darm (ou Dahm, dependendo da tradução), que geralmente usa ou é ele mesmo uma máscara incrivel (Diferente das demais, sua foto é da versão para TurboGrafx-16 version, não do Ys II Chronicles).

Ys II (PC-88)

Apesar de ser extremamente parecido com o seu predecessor, Ys II é um jogo bem mais complexo. Para começar, ele é bem mais longo. Além de começar no vilarejo de Rance, Adol explora as Ruínas de Moondoria, o Santuário de Toal, a Mina de Rasteenie, o Pico de Gelo de Nolta, o infernal fosso de Burnedbless, e o enorme Solomon Shrine. Ele é um pouco mais linear, já que não existe realmente um overworld, mas existem amsi que duas cidades, e mais gente com que conversar.

Ys II (PC-88)

A maior novidade são as magias. Com a magia do jogo, Adol agora pode atacar à distância, tornando o sistema de combate menos arbitrário. Os combates contra os chefes são bem mais desenvolvidos: eles requerem mais habilidade do jogador e também permitem que jogadores com níveis um pouco mais baixo consigam vencer, tornando-os menos frustrantes. Mas isso não significa que eles não aguentam dúzias de bolas de fogo mesmo após um monte de grinding. Felizmente também é possível se escapar da maioria dos duelos contra os chefes se as coisas ficarem muito difíceis, mas se você voltar, o inimigo vai estar 100% recuperado também.

Ys II (PC-88)

De longe, a magia mais legal é a Transform (chamada de Telepathy em algumas versões), que tornam Adol em um belo demoninho de cabelo vermelho. Ele não fica apenas invencível contra monstros, mas pode também conversar com eles, descobrindo pistas e seus verdadeiros sentimentos por serem vilões em um vídeogame. Ele até usa isso para ludibriar o inimigo, invadindo sua base, enquanto os guardas falam sobre a presença de algum intruso. Com certeza, alguns dos labirintos são irritantes – a Mina de Rasteenie, que é formada por uma série enorme de salas interconectadas, é um pouco chata, especialmente se considerarmos que é a primeira área do jogo. Mas fora isso é uma excelente evolução de tudo que o primeiro jogo apresentou.

Ys II (PC-88)

Ambos os jogos de Ys foram lançados originalmente para vários computadores japoneses, incluindo o PC-88, PC-98, Sharp X1, FM-77AV e o MSX2. As versões para PC-88 e PC-98 são similares, com a última tendo apenas um som melhor em FM e um pouco mais de cores. As versões para X1, FM7 e MSX2 são basicamente iguais, com resolução mais baixa mas com gráficos mais limpos, mas com som em PSG. A música das versões originais foi composta por Mieko Ishikawa (que permaneceu na série como “coordenadora”) e Yuzo Koshiro. O primeiro jogo chegou aos EUA, sendo lançado para IBM PC e Apple IIGS, por cortesia da Kyodai. Os nomes em inglês são completamente diferentes, com Adol sendo renomeado para Arick. Infelizmente a versão para IBM PC só tem suporte para som via o speaker interno, logo perde-se a fantástica trilha sonora. Fora as diferenças nos gráficos e áudio, as versões para computador são bem similares. A jogabilidade é lenta e desequilibrada, além de você precisar gastar muito tempo fazendo grinding.

Ys II (PC-88)

Vídeos

Ys II (PC-88):

Playlist com a trilha sonora do PC-88:

Ys II (MSX2):

Playlist com a trilha sonora do MSX2:

À Seguir: Ys para Consoles (e X68000)!

Um comentário sobre “Especial Ys, Parte 3: Ys II

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s