Dragon Crystal (Mês do Master System)

mes_master_system
HG101_logo_SMALLER

Por em 8 de setembro de

Dragon Crystal / Dragon Crystal: Tsurani no Meikyu (ドラゴンクリスタル ツラニの迷宮) – Game Gear, Master System, BREW, 3DS Virtual Console (1990) / Dragon Crystal II – BREW (2003)

Um mês depois do lançamento de Shi no Meikyuu em cartucho, Dragon Crystal foi lançado para o Game Gear. Não fica claro se Dragon Crystal se trata de uma continuação de Fatal Labyrinth ou se é um outro remake. Mas de qualquer forma o jogo realmente parece um Fatal Labyrinth 2.0. A premissa continua a mesma: o jogador deve enfrentar monstros por 30 andares para conquistar um cálice sagrado. Mas desta vez as paredes sem graça das dungeons foram substituídas por flores coloridas e estátuas Moai. Um pequeno ovo (o dragão do título) segue o jogador e cresce à medida que o jogador passa de nível. Infelizmente ele não te ajuda em nada durante as batalhas. O ouro não é apenas algo estético aqui e pode ser usado para “comprar” continues. Comida não é mais considera um luxo e você pode armazená-la sem correr o risco de morrer por coletar comida demais.

Master System

Algumas das mudanças não foram para melhor. Dragon Crystal reutiliza monstros e sprites de Fatal Labyrinth, mas os coloca em lugares diferentes. Pode ser um pouco confuso para o jogador ter que enfrentar o Magician e a Killer Bee como monstros iniciais em Fatal Labyrinth e depois ao jogar Dragon Crystal só encontrá-los muito mais tarde (e muito mais fortes) no jogo. Além disso, a velocidade em Dragon Crystal foi bastante reduzida. O jogador pode acelerar o jogo segurando o botão Start, mas isso significa que para jogar o jogo em uma velocidade decente o jogador precisa ficar com um dedo grudado no botão de Start, o que cansa mais ainda as mãos do que só segurar um Game Gear.

Master System

A SEGA também trouxe Dragon Crystal para o Master System logo em seguida, mas só na Europa e aqui Brasil (´último país ainda a fabricar produtos da linha Master System). Novamente, o jogo recebeu um upgrade. Os gráficos das paredes foram melhorados, agora incluindo geleiras e peças de xadrez. Alguns dos itens foram renomeados ou alterados. E o mais importante: a velocidade por ser configurada para lento ou rápido usando-se o botão de Pause. Chega de câimbras nas mãos! Um ponto negativo é que a trilha sonora da versão para Game Gear foi substituída por músicas mais genéricas. O porquê desta alteração é desconhecida: o Game Gear possui um hardware de som quase idêntico ao do Master System e o mesmo compositor trabalhou em ambas as versões do jogo.

Game Gear

Assim como Fatal LabyrinthDragon Crystal foi re-apresentado à um novo público com o seu lançamento pelo Virtual Console do 3DS. É uma emulação direta da versão para Game Gear, sem nada de novo.

Em 2002, antes do Android e do iOS padronizarem os jogos para celular, a SEGA tinha um serviço no Japão chamado Sonic Cafe. Por 315 yens/mês (cerca de 15 reais quando este artigo foi traduzido), usuários podiam baixar e jogar vários jogos em seus celulares. Um ano depois que o Sonic Cafe foi introduzido, a SEGA criou uma versão de Dragon Crystal para este serviço. Esta versão é em grande parte baseada na versão para Game Gear, mas a grande diferença é que o progresso do jogo é salvo após cada andar. O ouro é usado como um sistema de ranking, com os jogadores com mais ouro acumulado ficando no topo das tabelas. E se você juntar ouro suficiente você também recebe um toque de celular do Dragon Crystal! E é interessante notar que a SEGA ainda não havia largado o osso dessa franquia, o que nos leva ao…

Dragon Crystal II

Dragon Crystal II foi lançado através do serviço Sonic Cafe pouco depois do original, e tinha a ambição de ser a versão definitiva do jogo. Os gráficos não foram apenas elevados de suas versões originais em 8 bits, mas o jogo também recebeu a capacidade dos jogadores se enfrentares em uma arena ou jogarem cooperativamente pelos andares da dungeon. Os jogadores também podiam usar o ouro acumulado para mudar a aparência dos seus personagens. O sistema de ranking ainda permaneceu para que os jogadores pudessem medir seu desempenho na arena e nas dungeons. O jogo em si permaneceu inalterado em comparação com as versões anteriores.

Dragon Crystal II

Tanto Dragon Crystal quanto Dragon Crystal II ficaram disponíveis através do Sonic Cafe até que o serviço fosse desligado em algum momento no fim de 2012. É uma pena que a SEGA não tenha feito nenhum esforço para trazer Dragon Crystal II de volta em nenhuma outra plataforma – mas parece apropriado que uma série que nasceu em um serviço online (com Fatal Labyrinth) termine também em um serviço online.

Dragon Crystal II

Parece improvável que a SEGA revisite Dragon Crystal ou Fatal Labyrinth num futuro próximo. Apesar de sua simplicidade, há algo que traz uma enorme satisfação em vagar pelas dungeons, tentando ir mais longe à cada vez. A atmosfera “pick-up-and-play” do jogo o torna perfeito para um console portátil ou smartphone. Com a SEGA abraçando cada vez mais os celulares como plataforma para jogos, talvez um novo jogo a la Dragon Crystal acabe surgindo mais cedo do que esperamos.

Comparativo de Fotos

Vídeos

Master System
Game Gear

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s